O início de 2019 chegou e com ele as promessas de uma vida nova!

“Esse ano vou praticar exercícios físicos, vou emagrecer, vou mudar a minha vida, vou cuidar mais de mim”!

Estas são algumas das promessas que as pessoas costumam fazer para tentar alcançar ao longo do ano.

Mas, quando falamos em atividade física e exercício físico, de uma maneira geral parecem ser a mesma coisa. Mas são bem diferentes!

Atividade física é todo tipo de movimento produzido pelos músculos que nos causam gasto calórico acima do que teríamos em repouso. Por exemplo subir as escadas de casa ou do trabalho, lavar a louça, brincar com filhos, cuidar do jardim, etc.

Já o exercício físico é uma atividade física que consiste em movimentos corporais programados, estruturados e sistematicamente repetitivos que tem como objetivo melhorar o condicionamento físico. Exige maior esforço e comprometimento.

Com essa diferenciação podemos verificar que a atividade física não é capaz de produzir uma mudança efetiva na melhora do condicionamento físico, porém, a prática de alguma atividade física não deixa de ser um começo para quem procura uma mudança.

Mas, o que efetivamente irá causar uma diferença na melhora da forma física é a prática regular de exercícios físicos.

Todavia, para iniciarmos a prática de exercícios físicos precisamos ter alguns cuidados os quais são extremamente importantes e nem sempre são levados em consideração.
De acordo com a Diretriz em Cardiologia do Esporte e do Exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, “a avaliação clínica pré-participação (APP) para atividades físico-esportivas deve ser entendida como uma avaliação médica sistemática, uniformizada, capaz de abranger a ampla população de esportistas e atletas antes de sua liberação para treinamento físico.

Tem como proposta identificar, ou pelo menos rastrear, a suspeita de doenças cardiovasculares que sejam incompatíveis com a realização de atividades físicas visando o rendimento”.

O objetivo principal dessas avaliações sempre é a proteção da saúde de quem vai iniciar a atividade. Em suma, a procura por um profissional médico antes do início da prática de exercícios físicos além de ser essencial e necessária, visa identificar ou prevenir doenças cardiovasculares e evitar a morte súbita, oriunda da prática do exercício físico.

Essa análise clínica inicial se dá na anamnese clínica, exames laboratoriais e exames complementares quando necessários.

A partir daí o médico fará a triagem desse paciente de acordo com a faixa etária, se o paciente é praticante de exercício físico competitivo ou não, seguindo sempre as recomendações da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, de acordo com as suas peculiaridades para cada caso.

Estando apto a isso, o médico liberará o paciente para a prática do exercício recomendando sempre o auxílio de um profissional Educador Físico para a elaboração de treinos que melhor se encaixe na rotina diária de cada um.

E mesmo com todos esses cuidados, em saúde não existe RISCO ZERO, “mesmo com todo o aparato especializado de emergência e conhecimento adquirido”, segundo a Diretriz em cardiologia do Esporte e do Exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

Além da prática de exercícios físicos, a vontade e a busca pelo emagrecimento também são um dos objetos de desejo e pedidos de começo de ano.

Mas Doutor, PRECISO FAZER EXERCÍCIOS FÍSICOS PARA PERDER PESO?

NÃO. Você não precisa fazer exercícios físicos para perder peso.

Quando falamos em perder peso estamos falando em um déficit calórico, ou seja, precisamos gastar mais calorias do que ingerimos.

Se fizermos uma dieta onde a ingesta é menor do que o gasto calórico, estamos perdendo peso. Agora, isso não quer dizer que estamos emagrecendo. Podemos perder peso e aumentar nossa porcentagem de gordura. Isso porque nesse caso, houve perda de massa muscular e menos perda de gordura. Quando pensamos em um emagrecimento saudável, o objetivo é sempre a perda de gordura.

Muitas vezes durante esse processo de perda de peso, podemos perder um pouco de massa magra. Mas para emagrecermos, o objetivo é sempre a perda de gordura.

Por isso, a importância do exercício físico. Esse sim é fundamental para um emagrecimento saudável e não simplesmente uma perda de peso.

Quando obtemos uma orientação alimentar adequada aliada a uma adequação da atividade física, conseguimos fazer um processo de emagrecimento saudável, e dessa forma, conseguimos manter o peso a longo prazo e trabalhar melhor a massa muscular.

Para entendermos melhor como funciona: o gasto energético das 24 horas compreende: o gasto basal (60 a 75%), o efeito térmico dos alimentos (+- 10 %), e do trabalho mecânico (15 a 30%), que varia com o nível de atividade física do indivíduo.

Com a prática do exercício físico conseguimos aumentar o gasto calórico total e ao mesmo tempo conseguimos estimular para uma melhora do preparo cardiovascular e ganho de massa magra, conseguindo dessa forma, aumentar gasto basal a longo prazo.

Portanto muitos nos perguntam: Doutor, a atividade aeróbica é a que mais emagrece? A resposta é: depende.

Se pensarmos em uma hora de atividade aeróbica, obtemos um gasto calórico maior. Mas, se pensarmos em um exercício resistido (musculação), no mesmo tempo de uma hora, teremos um gasto calórico menor, porém, a longo prazo, teremos um aumento do gasto calórico basal, resultando a longo prazo um aumento do gasto calórico total.

Em suma, o exercício físico resistido (musculação) é indicado para a preservação e ganho de massa magra, a qual é responsável pelo aumento da taxa metabólica basal, o que aumenta, dessa forma, a nossa taxa metabólica nas 24 horas, o que gera uma facilidade na manutenção do peso.

Serve de alerta para os pacientes magros, que acreditam que não precisam fazer exercício físico! Mas Doutor, somos magros!!!
O que eles não sabem é que o exercício físico não serve somente para emagrecer mas é benéfico pois previne doenças cardiovasculares, osteoporose, evita vários tipos de cânceres, e melhora muito a qualidade de vida.

Para aqueles que pediram em suas promessas de início de ano uma vida nova, a dica é iniciar uma atividade/exercício físico aliado a uma alimentação saudável, pois como sempre digo: se continuar fazendo que sempre faz, vai continuar sendo o que é!

Somos o produto das nossas ações ou omissões!

Dr. Eduardo Rauen
Nutrólogo RQE 72266
CRM – SP 108.133

rauen-sig-sm

POSTS RELACIONADOS

Carnaval chegando – Fique Atento!
Carnaval chegando - Fique Atento!
Coragem!
Coragem!
Professor do lar
Professor do lar