O atleta que quer evoluir na sua arte marcial favorita deve se dedicar ao esporte. Não basta apenas treinar e seguir os exercícios propostos em cada aula.

Qualquer aluno de luta que pretende se profissionalizar deve evitar atitudes que prejudiquem sua caminhada até uma faixa preta, ou um grande evento do seu estilo. Pequenos detalhes no seu crescimento vão adicionar qualidades e virtudes essenciais a qualquer campeão. Isto envolve atitudes no tatame, mas também na vida fora da academia.

Vamos à nossa lista?

5 atitudes que podem estar sabotando sua evolução nas Artes Marciais

Não seja repetitivo

Todo atleta deve variar o treino. Evite treinar sempre com o mesmo parceiro e buscar as posições e golpes que você já tem facilidade o tempo todo. Se está ficando fácil, você provavelmente não está aprendendo. Treine com parceiros mais graduados e tente sempre aprender coisas novas e táticas diferentes. Caso a rotina que você esteja acostumado não funcione em um campeonato, você vai precisar de um plano B.

Não seja arrogante

A arrogância é um dos piores inimigos de qualquer lutador. O atleta pode achar que é melhor que todos os outros e acaba relaxando no treino, ou pior, tem a falsa percepção que não precisa aprender mais nada. A técnica, além de absoluta, está em constante evolução.

Não seja raivoso nem rancoroso

Artes marciais no geral devem ser praticadas com o sangue frio. A raiva, ou qualquer outro descontrole emocional, podem ser terríveis para sua evolução.

Durante o treinamento, a raiva pode fazer você machucar um companheiro de treino e acabar obtendo uma má reputação. Em uma competição, é o caminho mais rápido para a derrota. Além de esquecer sua técnica, a raiva pode sugar todo seu gás.

Não seja ingrato

Por mais que um atleta compita individualmente, ninguém chega em lugar nenhum sozinho nas artes marciais. Você deve ser grato ao seu mestre e também aos seus companheiros de treino, os respeitando e também dividindo sua técnica com os menos graduados.

Não seja preguiçoso

A preguiça é inimiga da luta. Qualquer arte marcial exige dedicação e muito sacrifício. Nem sempre você está com vontade de treinar, mas muitas vezes esses são os dias que você mais aprende. Alunos que chegam sempre atrasados e matam o aquecimento, também acabam irritando o professor e outros alunos.

O que acharam das dicas?

Não esqueça de comentar!